Aos dezessete anos minha mais profunda vontade era passar no vestibular de um universidade federal. Pena que esse desejo profundo nasceu com pouco tempo pra se desenvolver, subnutrido. Com pouco tempo para me preparar, sem contar que o cursinho de quatro meses que fiz foi só pra dar uma esperança vã. Isso era 1999. Não tinha internet, nem recursos de pesquisa suficientemente à mão. Era a era pré Prouni,  Enem, ou cotas. Depois do vestibular veio a conta, o saldo, o total a pagar: fiquei num distante 12º excedente. O sonho de uma aprovação morreu, foi um natimorto. O tempo passou e as facilidades chegaram, em 2007 ingressei na graduação com a ajuda do Prouni, a carta do governo chegou numa sexta-feira de carnaval e foi uma comemoração daquelas! Estavam abertas de novo as portas para um sonho, e não só sonhado mas realizado e reconhecido, ou seja, eu merecia estudar com a ajuda pública.

20151231_150149

Conquistas levam tempo, como a guerra entre Mouros e Cristãos, mas os sonhos nunca envelhecem. Nesta foto atrás de mim, está a Igreja de S.Francisco em S.J.Del Rey, do lado está o campus da UFSJ, local da minha primeira investida no ensino público superior.

Dezesseis anos se passaram desde aquele 1999 e coincidência ou sinal da história, também numa sexta-feira de carnaval me chegou uma grande notícia. Tenho a grata satisfação de contar nessas linhas sobre minha aprovação no Mestrado em História Ibérica pela Universidade Federal de Alfenas. Foi uma grande conquista, importante lá no meu íntimo, uma sensação quase secreta difícil de traduzir. Fiz três etapas de provas eliminatórias e agora vou para a prova classificatória, mas mesmo em último (se for o caso) já tenho garantido meu direito ao ensino público de qualidade da Unifal-MG.

Foi cerca de um ano de preparação, e foi com grande surpresa que a notícia chegou. Veio como uma tempestade abençoada e inesperada, . Encheu meus ouvidos e só pude ter consciência do que se tratava alguns bons minutos depois. Sentimento de realização, de amadurecimento e de que os sonhos não envelhecem.

 

Anúncios